quarta-feira, março 14, 2007

Resquiat In Pace

A figura acima mostra um cemitério de carvalhos-bebé perto da Nave de Santo António (onde há vários), como outro que mostrei em Outubro (clique aqui).
Descansam aqui em paz os carvalhos plantados há tempos e, com eles, as boas intenções dos plantadores.
Se formos ver bem, neste e noutros contextos, o que não falta na serra da Estrela é intenções (umas melhores, outras piores) descansando em paz.

2 comentários:

Pedro n. t. santos disse...

De facto, esta acção (que penso fez parte do Programa Life desenvolvido pela Associação dos Produtores Florestais do Paul) não correu pelo melhor; não havendo fundos para nova reflorestação, deveria no mínimo, proceder-se à recolha dos materiais (redes e estacas).
Para além das questões ambientais, é a própria imagem da Associação que está em causa ( o que é pena, pois através deste Life, provou que os produtores florestais também podem ter um papel na conservação da Natureza, executando funções que o próprio Estado parece ser incapaz de cumprir).

ljma disse...

Olá, Pedro. Também me parece que este esforço de florestação (que aplaudo, mesmo suspeitando que os resultados não foram os melhores) estava integrado nesse Programa Life. Com este artigo não pretendi criticar a Associação dos Produtores Florestais do Paúl, mas antes usar este como mais um exemplo de boas ideias (esta até é das melhores) que ficam pelo caminho aqui na Serra da Estrela. Aliás, neste post de Maio até aplaudi a iniciativa (de que este esforço de reflorestação foi apenas uma componente), por mostrar como o PNSE pode ser mais do que o tradicional bombo da festa, quando é preciso "sacudir a água do nosso capote" para o de alguma "força do bloqueio" que esteja a jeito...

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!