quarta-feira, dezembro 08, 2010

Registo com Agrado

Uma evolução positiva da Turistrela relativamente à sua estratégia de divulgação da área esquiável sob sua gestão, no que diz respeito ao real estado do manto nevoso.

Para tristeza de muitos nós, uma anormal subida notável das temperaturas, acompanhada de bastante chuva fez com que apenas em dois dias o cenário no alto da serra passasse a ser aquele que a seguinte imagem reflecte: Esta imagem foi retirada do próprio sitio da Turistrela e é por isso que registo com agrado não ter havido uma tentativa de escamutear o real estado da neve. Esta mudança de atitude suponho que venha como resposta à cada vez maior exigência dos seus utilizadores que em variadissimas situações se deslocavam ao alto da Serra na expectativa de condições (transmitidas pelo sitio da Turistrela) esquiáveis que logo se viam goradas.

A seriedade e confiança são atributos que os turistas/clientes muito valorizam e seja em que ramo for devem ser a espinha dorsal da actuação das empresas. Esperemos que esta empresa evolua neste sentido em muitos outros dominios da sua actuação

6 comentários:

Anónimo disse...

Obrigado. Sinceramente.

Anónimo disse...

E por falar em ski. Vale a pena ler o artigo que saiu na ultima visão (semana passada) sobre o esqui "vintage" do século passado na Serra da Estrela. Sem telecadeiras, nem estruturas complicadas, nos anos vinte, trinta e quarenta, praticava-se um verdadeiro esqui de montanha na "nossa serrinha", todo um exemplo que, curiosa e irónicamente deixou de ser seguido, salvo por algumas almas mais errantes.
O artigo parece demonstrar que o "espirito de montanha" na Estrela, estava muito mais arreigado naqueles tempos do que nos nossos dias.

Vale a pena ler.

Paulo Roxo

TPais disse...

Olá Paulo,
de facto tambem li essa peça e embora esteja um pouco confusa ilustra alguns aspectos interessantes da mentalidade da época. Mentalidade esta que tem tanto de antiga como de moderna! Faço apenas referencia a um pequeno excerto desta peça, de cabeça e por isso não será o texto exactamente este:
-Quem podia levava guias que tudo carregavam para ir à Torre.

Pois é, hoje, sob o argumento da democratização do acesso ao topo da serra retiraram-se dois grandes valores às gentes da região:
1- Valor económico porque hoje em dia poucos pagam a guias (locais ou não, a bem da verdade)para serem levados ao alto da Torre
2- Valor Natural porque a visita à torre é tudo menos um passeio pela Natureza selvagem da Serra da Estrela

Se ainda querem Natureza medianamente selvagem procurem o alto mondego e o planalto da lagoa comprida onde a ausencia de estradas permite um continuo de inospitabilidade e beleza natural.

ljma disse...

Esse "espírito de montanha" vai-se tornando cada vez mais difícil de manter, à medida que aumenta o número de estradas asfaltadas que rasgam as zonas onde ele antes se podia manifestar.

Temos tratado (ou "desenvolvido") a nossa montanha tornando-a incompatível com o imaginário que tentámos (e muitas vezes ainda tentamos) cultivar: a montanha agreste, remota, ancestral, aquela que, como dizia o Miguel Torga, revela todos os tesouros apenas àqueles que se dispõem a percorrê-la esforçadamente, etc, etc, etc. Promover a serra recorrendo a elementos deste imaginário, ao mesmo tempo que, paulatinamente, o vamos torpedeando, o que é senão publicidade cada vez mais enganosa?

Uma serrinha domesticada, acessível a todos (até àqueles que dela pouco querem), urbanizada, com todos os confortos do mundo moderno, e que consequentemente está suja ou, nalguns pontos onde se invistam esforços difíceis de justificar, "embelezada" ou "ajardinada", uma serrinha assim, atrai quem?

José Amoreira

Rotiv disse...

“Natal... tempo de paz, de celebração, de esperança e de amizade.
Feliz Natal e que o próximo ano seja repleto de alegria e de visitas a este cantinho!”

Deixo um postal de Natal, basta clicar no anjo.
http://www.jacquielawson.com/preview.asp?cont=1&hdn=0&pv=3169996&path=83563

Boas Festas!
http://obloguedosmanteigas.com/

Anónimo disse...

http://www.ointerior.pt/noticia.asp?idEdicao=583&id=29481&idSeccao=7076&Action=noticia

Afinal sempre é verdade: aumentar o monopólio da gestão da Turistrela de forma "acidental".

BOas Festas

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!