terça-feira, outubro 28, 2008

O Outono do carvalho-negral

Quercus pyrenaica, a cerca de 1700m de altitude.

Este carvalho negral é possivelmente o que se encontra a maior altitude que conheço (referi outros candidatos aqui). Ainda um pouco mais alto, nesta mesma zona (perto do túnel na estrada Piornos-Torre), encontram-se algumas tramazeiras, como aquela a que chamo a tramazeira zen.

Cá mais para baixo, os carvalhos-negral ainda estão vestidos de verde. Aliás, um vizinho do que aqui ilustro, a poucos metros de distância, continua ainda bem verdinho!

2 comentários:

francisco t paiva disse...

belíssimas cores, a deste e dos anteriores

D'R @ disse...

Ando a fazer um trabalho sobre isto....

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!