domingo, setembro 23, 2007

A limpeza do Corredor do Inferno

Como disse há dias, o Clube de Actividades de Ar Livre (CAAL) e a Associação Cultural Amigos da Serra da Estrela (ASE) juntaram-se para proceder a uma recolha do lixo disperso no Corredor do Inferno. Os corredores do maciço central são as gargantas apertadas cavadas pela erosão que sobem dos covões inferiores para o alto da Serra. O mais famoso é talvez a Rua dos Mercadores, no flanco sul do Cântaro Magro.

Cerca das 15:00, os participantes tinham recolhido lixo na metade superior do corredor. Perto de 200 sacos, cheios, foram, com um sistema de cordas, içados para a estrada, onde ficaram a aguardar o transporte por um camião de lixo do Parque Natural da Serra da Estrela. Porquê a recolha apenas na metade superior? Porque tanto lixo foi aí encontrado que a capacidade da iniciativa se esgotou nesse sector. Pura e simplesmente, as mãos não chegam, o tempo não chega, os sacos não chegam. Sempre somos poucos, por mais que sejamos.

Não é fácil o movimento no interior de um corredor. No Inverno, com todas as irregularidades, blocos (estáveis ou instáveis) e fendas cobertos de neve ou gelo, apesar de ser grande a inclinação, ainda vá (desde que se disponha do equipamento apropriado, obviamente). Mas agora, com todos aqueles obstáculos expostos, é mesmo muito duro. E com sacos pesados às costas, então...

Não dei grande ajuda porque não me foi possível aparecer antes de almoço. Limitei-me a tirar estas fotos e, antes de regressar, ainda desci à boca do corredor, para apreciar o resultado. É o que se vê na imagem abaixo.

Se, como eu, o caro leitor não vê nesta fotografia, tirada a trinta metros do cruzamento para a Torre, nada de estranho, acredite: ao CAAL e à ASE o devemos. Bem hajam!

4 comentários:

Pedro Nuno Teixeira Santos disse...

Obrigado !

Anónimo disse...

Bem hajam! Um exemplo a seguir. Octávio Lima (ondas3.blogs.sapo.pt)

P.R. disse...

Muito, muito bem!!!

Mais uma vez falhei uma grande iniciativa.
No entanto, não queria deixar de dar os meus parabéns a todos aqueles que se preocupam com a nossa serrinha.

Abraço

Paulo Roxo

scorpio mab disse...

fantástico...;)

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!