sexta-feira, junho 15, 2007

Apadrinhamento de Animais em Recuperação no CERVAS

Cria de Coruja-do-mato (Strix aluco)—CERVAS. (Foto retirada de http://cenas-renas.blogspot.com)

Chegou-me pela lista de correio electrónico Ambio a seguinte mensagem, relativa a uma iniciativa que me parece muito louvável.

O CERVAS – Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (Gouveia) lançou uma campanha de apadrinhamento de animais selvagens em recuperação, em colaboração com a ALDEIA.
Se desejar apadrinhar um animal poderá fazê-lo através de uma contribuição financeira ou através da angariação e cedência de material de diversos tipos.
De seguida são indicados alguns indivíduos de diferentes espécies que se encontram neste momento em recuperação no CERVAS e que podem ser apadrinhados :

  • Coruja-das-torres (Tyto alba) – contribuição mínima: 10€
  • Coruja-do-mato (Strix aluco) – contribuição mínima: 10€
  • Mocho-galego (Athene noctua) – contribuição mínima: 10€
  • Águia-de-asa-redonda (Buteo buteo) – contribuição mínima: 10€
  • Cegonha-branca (Ciconia ciconia) – contribuição mínima: 10€
  • Raposa (Vulpes vulpes) – contribuição mínima: 10€
  • Corvo (Corvus corax) – contribuição mínima: 10€
  • Águia-calçada (Hieraaetus pennatus) – contribuição mínima: 15€
  • Águia-cobreira (Circaetus gallicus) – contribuição mínima: 15€
  • Açor (Accipiter gentilis) – contribuição mínima: 15€

(Nota: os valores indicados referem-se a apadrinhamento individual. Caso pretenda ceder apoios através de uma instituição, os valores mínimos serão de 50€ para qualquer espécie indicada anteriormente).
Material necessário (que pode ser cedido como alternativa ao apoio financeiro)

  • Medicamentos e outros materiais de uso clínico
  • Material de limpeza (panos, toalhas, detergentes, esfregões, escovas, bacias, etc)
  • Estantes, Mesas e material de escritório (resmas de papel reciclado, tinteiros, dossiers, etc)
  • Outros materiais diversos (rede de sombra, ferramentas, tesouras, sacos de plástico, etc)
  • Materiais de construção (para apoio à construção de novas jaulas de recuperação)

Ao apadrinhar um animal receberá um certificado de apadrinhamento e terá a possibilidade de assistir à sua libertação (se assim o desejar). Receberá também informações sobre as actividades do CERVAS bem como sobre a possibilidade de apadrinhar outros animais no futuro, tornando-se desta forma um membro activo na dinamização da recuperação de animais selvagens em Portugal.

Para proceder ao apadrinhamento, basta preencher e enviar os seus dados para aldeiamail@gmail.com:
Nome:
Morada:
Telefone:
Correio electrónico:
Nº contribuinte:
Animais que deseja apadrinhar:
Quantia com que deseja contribuir:
Material com que deseja contribuir:

Modo de pagamento:

  • CHEQUE: Em nome de Associação ALDEIA para: CERVAS / Parque Natural da Serra da Estrela. Av. Bombeiros Voluntários, 8. 6290-520 Gouveia
  • TRANSFERÊNCIA(*): NIB: 003504710001216793071 (Caixa Geral de Depósitos de Miranda do Douro)
    * Enviar comprovativo de transferência por correio para a morada acima indicada, ou por correio electrónico para aldeiamail@gmail.com

Contactos :
CERVAS
Correio electrónico: cervas.pnse@gmail.com
Tel: 962255827 / 919457984

3 comentários:

Mancholas disse...

Parabéns pelo vosso blog!! Aqui está uma iniciativa de se louvar, num pais onde os animais são tratados como lixo!!!!

susana disse...

Acho uma iniciativa espetacular!!Adorei a ideia!!ESpero vir a poder apadrinhar um animal como ja tenho um cão apadrinhado a pouco tempo!!Mas neste caso com animais em vias de extinção acho uma ideia sensacional!!Espero k divulguem mais esta ideia, pois tenho a certeza qua vai ter muitos padrinhos e madrinhas!!

ljma disse...

Olá, Susana. Eu já apadrinhei dois animais do CERVAS, para começar. À medida que forem sendo libertados, adoptarei outros.

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!