sexta-feira, abril 27, 2007

Bom fim de semana!

5 comentários:

francisco t paiva disse...

Bela fotografia! Em primeiro plano, será uma faia?

ljma disse...

Caro Francisco Paiva, não sei. Durante muito tempo (tempo demais) segui os conselhos do pai do grande físico americano Richard Feynman (que coincidiam, neste aspecto, com os do meu): pouco importa o nome do pássaro (ou da árvore), o que importa é o pássaro (ou a árvore).
O resultado desses conselhos é uma ignorância tão grande que chega, como agora, a ser confrangedora. Uma medida da minha ignorância nestes assuntos é que, nos últimos dois ou três anos, o volume dos meus conhecimentos tem, pelo menos, duplicado cada ano. Apesar de estar a aprender tanto (face ao pouco que sei, entenda-se), não faço a menor ideia se isto é uma faia ou não.
Tirei esta fotografia em Manteigas, na estrada para os Piornos, no bosque junto ao cruzamento para o Poço do Inferno. Pelo que li no meu pequeníssimo livro sobre árvores e arbustos da Península Ibérica, pode bem ser uma faia. Mas não sei.
Abraço!

al cardoso disse...

Simplesmente lindo!!!

O mesmo para os meus amigos,

Um abraco d'Algodres.

cascalheira disse...

É com enorme prazer que leio o vosso blog porque defendem aquilo que temos de melhor: A Serra da Estrela. Apesar de não estar de acordo com alguns "extremismos" presentes em alguns dos vossos textos, o blog defende e põe a nu as fragilidades e os lobbys monopolistas que a serra tem. parabens e um bom feriado.

um abraço Pedro Amaro

ljma disse...

Obrigado, Al! Obrigado também Pedro Amaro. Não há mal em não concordarmos em tudo! As diferenças de opinião são naturais e até desejáveis. E há muitas opiniões. Algumas até parecem ser mais do que isso, tão importantes nos parecem as pessoas que as apresentam. Mas são, também, opiniões. Apenas opiniões, nem sempre bem fundamentadas quer em factos verificáveis quer em argumentos sólidos. E no entanto, é com base nessas opiniões, tantas vezes confrangedoramente frágeis, que se pretende transformar a Serra numa vergonha, num subúrbio degradante a armar ao novo-rico, num monumento à nossa estupidez. Exagero? Mas qual será o resultado de não se demolir nem um mamarracho e se planear a construção de tantos?
Não me ofende a sua utilização da palavra "extremista", entre aspas. Sem as aspas, seria mais adequada aos lobis monopolistas que refere e aos responsáveis que lhes vão satisfazendo os caprichos.

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!