segunda-feira, janeiro 29, 2007

Onde a terra acaba e o céu começa

2 comentários:

Blog Cortes do Meio disse...

Caro José,

leia e ouça aqui: http://tsf.sapo.pt/online/economia/interior.asp?id_artigo=TSF177290 as declarações de Jorge Patrão. Creio que, Jorge Patrão, tem seguido e partilha as suas preocupações, estranho não? J. P. , tem "bebido" muitas das informações e conselhos que o meu caro José tem divulgado no Cântaro, o que é muito bom sinal. Das afirmações de J. P. podemos concluir que: "Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades".

Cumprimentos.

ljma disse...

Vivam!
Obrigado pela dica. Eu também já tenho notado uma certa mudança no discurso de Jorge Patrão. Mas não tenho a presunção de acreditar que isso se deva ao Cântaro Zangado... Seja como for, trata-se apenas de palavras. Enquanto ele continuar a defender mais e mais projectos de construções e de estradas asfaltadas, continuamos na mesma...

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!