segunda-feira, novembro 13, 2006

Ainda as fitas da Vodafone

Como este assunto já mete nojo, enviei hoje ao Marco Fidalgo e à Turistrela dois emails, num tom bastante educado (muito mais educado do que o dos primeiros 568 rascunhos, tenho que confessar), confrontando-os com a rasquice das fitinhas, que continuam onde foram postas para a Avalanche do dia 29 de Outubro.
Agradou-me muito a resposta rápida de Marco Fidalgo, que invocou problemas técnicos com o pessoal para explicar o atraso, situação que, pessoalmente, estou disposto a compreender por (mais) algum tempo.
Mas reconheça-se que é difícil compreender que entre a MF Racing Developments (a empresa de Marco Fidalgo), a Turistrela e a Vodafone, não tenha sido possível mobilizar rapidamente a força de trabalho necessária para resolver esta questão num intervalo de tempo razoável.

Referiram-se às fitas O Cântaro Zangado (aqui e aqui), o Estrela no seu melhor (aqui e aqui), o Máfia da Cova (aqui), o Ondas (aqui) e recebi emails de particulares denunciando esta situação. Estranho o silêncio (ou estarei mal informado?) do Parque Natural da Serra da Estrela, da Região de Turismo da Serra da Estrela, da Câmara Municipal da Covilhã, dos eleitos para a sua Assembleia Municipal e o desinteresse da comunicação social regional. É que, mais do que as fitinhas propriamente ditas, estão em questão as regras mínimas que devem balizar a actividade turística na Serra da Estrela, seja ela concessionada ou não.

8 comentários:

TPais disse...

Imagino que os jornalistas não andem muito pela serra, talvez lhes tenha escapado a existencia de tais fitas!? Acho que se passado (mais) algum tempo não houver sinais de remoção das mesmas, em vez de se enviar a carta para o Marco F/Turistrela e Cª, seria interessante enviar para os jornais regionais acompanhado das bonitas fotos!

ljma disse...

Nem de propósito, tpais, caiu-nos hoje na inbox aqui do Cântaro o email de um jornalista da Lusa que pediu detalhes sobre a localização das fitinhas, para poder ele mesmo verificar in loco a situação. Eu disse-lhe tudo o que sabia, e ainda lhe desenhei um mapa!

Cova Juliana disse...

muito fixe... a ver se a comunicação social começa a divulgar tanta coisa que se passa de mal aki na serra...
Até porque agora é um assunto da actualidade isto da natureza... parece que antes nao era, enfim

Darwin disse...

Caro José,

dê uma espreitadela http://www.diarioxxi.com/?lop=artigo&op=d645920e395fedad7bbbed0eca3fe2e0&id=41ac67fc0943e6d7fd4fc607cb65c45e

ljma disse...

Bem, depois de lido o artigo (obrigado, darwin, por mo apontar), o que posso dizer sobre este assunto é:
1) espero que sim, que retirem as fitas;
2) que desculpa mais esfarrapada essa do mau tempo, dada no final de uma semana de sol a brilhar, brisas suaves e temperaturas primaveris;
3) quem organiza estas actividades precisa de motivacão? Então isto não dá lucro?! Melhor, então isto não é para dar lucro? Ai, não, claro que não! Trata-se da Turistrela! Esta empresa labora apenas para ordenar, desenvolver, requalificar, impedir a desertificação, criar emprego... Sempre tão esforçada, a pobrezita... Bom trabalho, Turistrela! Coragem, continua! Não desanimes, o que seria de nós sem ti? Caramba, tenham dó!
4) Conforme prometi logo no primeiro post sobre este assunto, assim que notar que as fitas foram retiradas darei notícia disso num post no Cântaro.
5) Ao contrário do Marco Fidalgo, que respondeu imediatamente ao email que lhe enviei ontem (conforme reconheci no post a que pertencem estes comentários), a Turistrela não deu resposta nenhuma.
6) Estou contente e orgulhoso por ter levado a minha avante, por termos ganho esta batalha? Não, nem um pouco. Não escrevo o Cântaro Zangado para ganhar batalhas, para ter protagonismo. Preferia, de longe, poder ficar calado, ir vivendo a minha vidinha, gozando a Serra enquanto dela ainda vai sobrando algum bocadinho apetecível. Aliás, a verdade é que tudo isto me assusta. Não sou pessoa para estas confusões.

al cardoso disse...

Caro Cantara:
Ja leu o Diario XXI de hoje?
Parece que os jornalistas tambem lem os blogs como o seu.
Bem haja por defender tao bem a "nossa Serra"

Anónimo disse...

Pois é, o tal mau tempo de sol de rachar é que tem culpa da resolução do problema. E, - mais vale tarde do que nunca -, os media tradicionais finalmente toparam o problema. Só não sei por que razão o texto da notícia do Diário XXI
http://www.diarioxxi.com/?lop=artigo&op=d645920e395fedad7bbbed0eca3fe2e0&id=41ac67fc0943e6d7fd4fc607cb65c45e
é quase igual ao do texto da notícia do Público
http://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2006&m=11&d=15&uid=&id=107426&sid=11852
uma vez que nenhum deles se cita entre si. Octávio Lima (ondas3.blogs.sapo.pt)

ljma disse...

Octávio,
obrigado pela visita e pela visibilidade que deu a este assunto. A semelhança entre as duas notícias deve-se, parece-me, ao facto de terem a mesma origem, a Lusa. Um abraço!

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!