quarta-feira, setembro 06, 2006

Lixo, lixo e mais lixo (II)

A propósito de todas estas iniciativas de recolha de lixo na Serra da Estrela, que comentei há dias, tenho lido os protestos do costume: que alguns turistas sujam tudo, que os portugueses não têm civismo, que é preciso colocar mais caixotes do lixo na Serra. Estou de acordo com todas estas opiniões, até com aquela que mais me entristece, a de que o civismo não é uma característica notável dos portugueses.
Exactamente por isso, acho que não é suficiente, para resolver o problema do lixo na Serra da Estrela, a colocação de mais caixotes do lixo. Com a quantidade (e qualidade) de turistas que temos pela serra *naqueles* fins de semana de neve, é inevitável que teremos sacos de plástico, bocados de trenós, latas de cerveja e tudo o mais espalhado pela Serra, com ou sem caixotes do lixo.
Logo, das três, uma: ou se organiza um serviço de recolha do lixo disperso (e acho que devia ser uma coisa mais organizada, mais frequente, mais sistemática e mais efectiva do que estas iniciativas de trabalho voluntário), ou se proíbe a entrada dos turistas, ou nada, considera-se que o problema não existe e fazem-se planos (pior, concretizam-se) para a construção de hotéis, urbanizações e estradas (que encorajam a vinda de mais turistas, logo, mais lixo), afirmando-se que assim se transforma (por magia?) esta lixeira num destino turístico de "qualidade".
Adivinhe lá agora o leitor: qual das opções está a ser seguida?

7 comentários:

al cardoso disse...

Olhe meu amigo, sabemos tudo isso, mas para resolver esse problema, tem que se investir mais, muito mais, na educacao civica dos nossos filhos e, esse esforco for feito, so dara resultados para nas proximas geracoes. Entretanto teremos que continuar a recolher o lixo pois nao creio que encerrar a serra seja a melhor solucao, ela, a serra, nao pode ser so para usufruto de gente civilizada e com consciencia civica.
Enquanto essa educacao nao der frutos a colocacao de mais recipientes de lixo pelo menos ira minorizar o problema.

ljma disse...

Claro, al. Eu não estava seriamente a propôr que se encerrasse a Serra da Estrela. Mas essa medida, por inaceitável que fosse, resolveria o problema; o que se está a fazer, não.

Mas olhe que eu sou dos que acha que razões ambientais (devidamente fundamentadas e bem explicadas) podem justificar a proibição da permanência ou da passagem em certas áreas.

Anónimo disse...

Não creio que a colocação de caixotes do lixo seja uma solução efectiva, no entanto poderia ser uma pequena ajuda... desde que a recolha desse lixo fosse eficiente, o que sinceramente duvido ser possivel dadas as provas de abandono que as instituições já deram.
Estou realmente de acordo que a solução passa pela educação das futuras gerações. Mas, enquanto esperamos uns 20 anos para que a mentalidade mude um pouco, creio que as iniciativas particulares são as que poderão fazer algo pela nossa querida Serra.
E por favor, se por um acaso conhecerem alguém que esteja a organizar uma excursão à Serra da Estrela digam-lhe para omitir o infeliz parágrafo: "Não se esqueça do seu plástico"!!

Paulo Roxo

Rui Peixeiro disse...

Também acho que só a educação poderá trazer bons resultados.

Eu, ainda sou do tempo, em que ia para a lagoa comprida passar o dia e o caixote do lixo mais perto ficava nas Penhas da Saúde. Mesmo assim, NUNCA lá deixei lixo.
Basta um pouquinho de boa vontade e mete-se tudo num saco e leva-se no carro...

Se bem me recordo, existe legislação que permite aplicar coimas a quem deitar lixo para o chão. Já as forças de policia tantas vezes demonstram que gostam de multar, porque não começam a aplicar essas coimas a quem nas cidades deita papeis, cigarros, pastilhas, ... para o chão, ou a própria GNR na Torre começa a multar quem deixe o saco na neve...

Se as pessoas não aprendem por si, levavam uma ajudinha!
Assim, iam aprendendo e o estada lá recebia mais umas receitas.

Frank disse...

Será que a Turistrela irá alterar a sua denominação e passará a chamar-se TuriLisboa?

Consultem aqui: http://www.jornalregional.com/?p=cfcd208495d565ef66e7dff9f98764da&distrito=&concelho=&op=noticia&n=5fd0085eef31280720509f0a3d741f5e, o processo de intenções da Turistrela para criar um complexo indoor para a prática de ski. A Turistrela foi criada com o objecto de desenvolver o Turismo na Serra da Estrela, tendo uma concessão de exclusividade por um periodo de (salvo erro) 50 anos; agora pretender estender a sua actividade até à capital? A não ser que instalem o complexo indoor na zona da Estrela, junto à Basílica da Estrela e aí já não haverá problema, certo? he, he,he

ljma disse...

A sério, a sério, eu acho que o melhor para o ambiente e o turismo da Serra da Estrela será que a Turistrela vá para Lisboa e que por lá fique, se não puder ser para mais longe ainda... Não, não tenho pena dos lisboetas. Com tantos mamarrachos que já por lá têm, nem vão notar a foleirice dos da Turistrela...
A verdade seja dita, não aposto um tostão furado pela longevidade da Turistrela num ambiente onde não esteja protegida pelo estatuto especial de que goza aqui na serra...

al cardoso disse...

Sim para quem nao tem educacao a solucao seriam as coimas, so que o dinheiro dai vindo deveria ser investido na defeza ambiental e nao engordar os cofres do nosso Estado gastador.

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!