terça-feira, agosto 08, 2006

Ena pá!!!

Bem! Vejam só o que a Câmara Municipal da Covilhã diz das Penhas da Saúde! Pode chegar-se a esta informação indo ao site da Câmara www.cm-covilha.pt, clica-se em Turismo, Escolhe-se Serra da Estrela, depois Locais e, por fim, Penhas da Saúde. Ou então, lê-se o texto todo aqui.
Só dois excertos:
  • Este é um benefício para o País, que poderá concorrer com os mais importantes aldeamentos turísticos de montanha da Europa
  • Uma área de projecção nacional e internacional, com que Portugal possa concorrer em termos de turismo de montanha com outras da Europa, nas cidades dos maciços mais conhecidos, como os Alpes ou os Pirinéus.
Sobre isto, só me vem à mente o paralelo com um autarca maluco de uma vilória de um fiorde finlandês, a anunciar investimentos em areia do deserto, hotéis com traçado tipicamente mediterrânico, palmeiras, discotecas ao ar livre, etc, para construir um paraíso balnear no fiorde, capaz de concorrer com os mais importantes aldeamentos turísticos balneares da Europa, uma área de projecção nacional e internacional com que a Finlândia possa concorrer em termos de turismo de praia com outras da Europa, nas cidades das zonas mais conhecidas como a Côte d'Azur, o Adriático ou a Andaluzia.
Claro que os finlandeses nunca permitiriam que se arruinasse assim um dos seus fiordes...

5 comentários:

João L. disse...

Lamento Cântaro Zangado, mas discordo. O título do post não deveria ser “ena pá !!!” mas antes “Mas na Câmara da Covilhâ ninguém viaja, ou vê televisão, ou vai ao cinema, ou lê livros ?

ljma disse...

Viva, João L. Suspeito que, na Câmara da Covilhã e noutras instâncias (então não era "estâncias"?) aqui da nossa cidade só se lêm folhetos turísticos... O pessoal vai aos Pirinéus, aos Alpes (é uma tradição das classes alta e média-alta [onde, creio, me devo incluir] cá da Covilhã) e depois vem para casa a pensar "e se tivessemos uma coisa assim cá na serra?"... Claro que se podem construir hotéis, urbanizações, telecabines, mas... Um fiorde é um fiorde, é um fiorde, é bonito e é uma mais valia turística tal qual como é, não com mamarrachos a fingir de Ibiza... Mutatis mutandis, a Serra da Estrela é a Serra da Estrela, é a... (etc)
Vou continuar amanhã as minhas férias, bye bye internet! Viva!

ljma disse...

... Mas tem razão, João, esse título seria muito mais apropriado!

João L. disse...

Já agora, obrigado pela sugestão da subida do Sameiro no post lá em baixo. Não percebi bem onde é. Provavelmente no vale entre Manteigas e Valhelhas. No entanto, no site da prova falam do vale do Mondego e, nesse caso, deveria ser para os lados da Castanheira. Bom, verei com mais cuidado.
Não compito consigo Cãntaro, eu vou de bike.

ljma disse...

Em princípio encontramo-nos em Novembro, então. Se a corrida for como a do ano passado, parte da aldeia do Sameiro (entre Manteigas e Valhelhas) e a subida faz-se para o lado norte ou noroeste, ou seja, lá para os lados do alto mondego.
Inté!

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!