segunda-feira, maio 29, 2006

Turismo em movimento!

Vejamos o que a Turistrela tem para nós nesta temporada. O que se segue foi retirado tal e qual da página da Turistrela, respeitando até a utilização aleatória das maiúsculas (desta vez, a responsabilidade pelos erros não é toda minha).
  1. 3 noites paga 2 - 5 noites paga 3 - 7 noites paga 4
  2. Telecadeira da Torre + Jantar - Somente 99.00€ por Quarto!!
  3. Cultura e diversão para todas as Idades - 3 dias / 2 noites - A Partir de 66.00€ por Pessoa
  4. 3 dias / 2 noites de BTT - Desde 95.00€ por pessoa...
  5. Cultura e Animação na Serra da Estrela - 3 dias / 2 noites - 99.00 € por Pessoa
O programa 1 consiste apenas no que se descreve: um desconto; os programas 2, 3 e 5 incluem entradas para a entrada nos museus mais frequentados da região; o programa 4 merece mais atenção por parte de um amante de desportos de ar livre como eu. O preço do pacote inclui duas noites em hotel, trajectos para GPS e apoio. Mmmm, eu moro aqui na região, não preciso de dormida; posso aproveitar este pacote? Quanto é que pago? Mmmm, gostava de conhecer melhor os trajectos, não posso fazer o download dos ficheiros? Mmmm, é boa, os trajectos não foram definidos pela Turistrela, que tem (supostamente) uma experiência de trinta anos no terreno, foram definidos por uma empresa de Lisboa... Que interessante. A parte da Turistrela nesta parceria parece ser fornecer a dormida e as refeições nos seus hotéis... Não me parece que seja propriamente a componente mais relevante num pacote destes, pelo menos para BTTistas sérios...
Mas vejamos, isto é apenas uma página de internet, é melhor telefonar para o call center da Turistrela para tirar as dúvidas. O que se segue é uma transcrição não exacta de uma conversa que tive na quinta feira, dia 25, perto das 16:30.
- Boa tarde, (segue-se um longo paleio gravado, prima aqui para isto, prima ali para aquilo), prima "9" para ser atendido por um operador.
- 9
- Boa tarde, ligou para o call center da Turistrela
- Boa tarde, estou a telefonar para saber algumas informações sobre o vosso programa de passeios BTT.
- Muito bem, em que posso ser útil?
- Olhe, estou a considerar a possibilidade de fazer alguns dos vossos trilhos BTT, mas moro na Covilhã e não necessito de alojamento. É possível inscrever-me sem pagar as dormidas? Se sim, em quanto fica?
- Ahhh, terá que telefonar para a estância de esqui que isso é com eles lá em cima. Mas hoje já dificilmente os apanha na estância.
- Obrigado.
Telefonei para estância no dia seguinte, de manhã e à tarde, ninguém atendeu. Voltei a "premir o nove".
- Boa tarde, telefonei ontem por causa dos trilhos BTT, disse-me para telefonar para a estância, mas ninguém me atende lá de cima.
- Ah, sim, estou recordado. Mmmm, só um momento. (Pausa) Olhe, pode, de facto, fazer os trilhos sem pagar o alojamento, mas todas as informações estão disponíveis na nossa página de internet.
Face a isto, já não tive coragem de perguntar mais nada, imaginei que não tinha lido com atenção a página web da Turistrela. Quando voltei ao site, no entanto, não consegui encontrar as respostas às minhas perguntas. Bah, que se lixe. Seja como for, eu não estava realmente interessado, era só para ver o que dava...
Em resumo, aqui temos, mais uma vez, a concessionária exclusiva do turismo e dos desportos na Serra a fazer o mesmo de sempre, o único que sabe fazer durante as temporadas sem neve: gerir hotéis nos termos o mais banais possível... Para tudo o que ultrapassa essa trivialidade, toca de arrajar parcerias, mesmo que seja com empresas de fora da região, que a gente não se arranja sózinhos...
E são estas criaturas, há mais de trinta anos, os concessionários exclusivos do turismo e dos desportos na Serra!

4 comentários:

Tiago P disse...

"E são estas criaturas, há mais de trinta anos, os concessionários exclusivos do turismo e dos desportos na Serra!"

Isto é pena na medida em que estes tipos transmitem muita da imagem ao estrangeiro e ao proprio turista portugues!Mas até nem é mau, porque ouço tantas queixas de vários quadrantes sobre a turistrela que espero que aquela porcaria das estalagens/hotel/chales seja tudo corrido à mesma praga de moscas que assolou este fim de semana a costa da caparica(ora aqui está mais um mau exemplo de exploração turistica!!Os mosquitos lá sabem...!)

"O Padrinho" disse...

Nada que me admire...

http://mafiadacova.blogspot.com/2005/09/encontrado-por-acaso.html

Anónimo disse...

Caro Cântaro Zangado,

Parece-me pertinente referir aqui uma questão deveras estranha...

Então não é que o senhor Costa Pais vai promover, pela segunda vez, uma "rave" no edifício do sanatório da penhas da saúde?

A data já está marcada para o dia 24 de junho e os cartazes já proliferam pelas ruas da Covilhã, um pouco por toda a parte.

Todos nós conhecemos a novela interminável que a reconversão daquele que já foi considerado, há algumas décadas atrás, um dos maiores edifícios da Península Ibérica, tem constituído.

E o senhor Costa Pais, na qualidade de proprietário do "velhinho" imóvel deveria ser o primeiro a garantir a sua preservação.

No entanto, parece que a Turistrela está mais preocupada em promover "raves" e festas similares, aproveitando, talvez, o ar fantasmagórico do local.

Afinal de contas, será certamente inútil falar do impacto que o ruído causará no sanatório e na sua zona envolvente.

Mas creio que é importante, de todo, alertar para o atentado que a Turistrela quer, agora, promover nos edifícios devolutos que estão sob a sua alçada.

Esta é uma falta de respeito por um edifício que marcou décadas da nossa cultura e que constitui um marco arquitectónico invejável.

Se não querem requalificar o edifício, pelo menos não contribuam para a sua degradação. É o mínimo que podemos esperar de empresas com a responsabilidade da Turistrela.

SLG (R.)

Desinformador disse...

Por isso, é que quando penso em Serra da Estrela, nem equaciono a hipótese de levar sequer um capacete, quanto mais levar uma bike...

Para mim a Serra da Estrela apenas serve para ir dormir a casa dos meus pais! Durante dois ou três dias... quando posso fugir de lx. Descanso, e com telemóvel desligado!

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!