terça-feira, setembro 30, 2008

Vale da Candieira

9 comentários:

scorpio mab disse...

já lá não passo faz anos...

P. Serra disse...

passei lá, logo depois do grande incendio que consumiu o vale glaciar. é lindo...consta que outrora pastores faziam "alqueve" e semeavam o pão (centeio) por toda a candieira; e tb nas Candieirinhas. A preposito...a ribeira da cadieira formava um pequeno lagoacho , como se pode ver pela imagem. Agora com as mudanças climatéricas tudo mudou...

Gaspar, Nuno disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gaspar, Nuno disse...

Quando efectuei o percurso pedestre que baptizei de “Rota dos Cântaros” http://milrotas.blogspot.com/2007/05/rota-dos-cntaros.html passei no local onde foi tirada esta foto. Já foi em 2007. Ainda parece que foi ontem.
Bem-haja.

Gaspar, Nuno disse...

...Já agora, só para que conste. Fui o visitante 71.000

ljma disse...

Olá, Nuno! Infelizmente, estamos a guardar os brindes e prendas para o visitante 100.000 ;)

É verdade que o tempo passa depressa, caramba, até já começou um novo ano lectivo...

Obrigado pela visita!

ljma disse...

p. serra,
o lagoacho da ribeira da Candieira ainda existe, mas em meados de Agosto (quando a fotografia foi tirada), encontrava-se praticamente seco (assim como a própria ribeira)...
Talvez se tenha notado a seguir ao incêndio de 2005 (que queimou o mato nas enconstas do vale) uma maior intensidade no assoreamento, que possa ter agravado as coisas. Há quem diga que sim e não me custa acreditar mas, em primeira mão, não sei.

Scorpio, não sei se é o teu caso, mas o que me custa a mim (para além de arranjar tempo, é claro) é sair de casa. Quase nunca me apetece. Mas vou saindo mesmo assim, e nunca me arrependo. Há dias em que até é pecado não ir para a serra!

Obrigado pelas vossas visitas, vão apareçam sempre!

scorpio mab disse...

vontade tenho sempre...às vezes o gasóleo e o "Tempo" é que são curtos ;)

fiz uma passeata faz pouco, ao museu do pão e Centro de Interpretação da Serra da Estrela em Seia, apesar de já ter chegado tarde (30m para fechar) fui extremamente bem recebido e adorei o CISE. Uma experiência a repetir com mais calma, sem dúvida...o jardim e a casa adjacente também recomendo.

abraço mafioso

ljma disse...

scorpio, também me agradaram muito os contactos que tive com o CISE.

Mantêm uma programação variada, com cursos, exposições, saídas de campo para observação, fotografia, caminhadas, alguma investigação... E tudo, ou quase tudo, aberto à população. E com participação da população.

Neste âmbito é das melhores coisas que tenho visto. E não me estou a circuscrever à região nem a organismos camarários (como o CISE é).

É pena não haver um CISE assim nos restantes concelhos da região. Claro que, para isso, não basta uma autarquia querer investir, é preciso que as pessoas certas sejam colocadas nos lugares certos.

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!