sábado, julho 12, 2008

Obras e (sub-)desenvolvimento

Diz José Manuel Fernandes, no editorial do Público de hoje:
Na verdade, pode contestar-se a ideia de que a simples existência de investimentos públicos na construção de infra-estruturas é importante para a economia. Para muitos isso era verdade há 30 ou 20 anos, mas já não é hoje.

Creio que é o mito de que tudo o que é investimento público em infra-estruturas é bom para a economia que justifica o entusiasmo revelado por muitos actores locais na abertura, asfaltação ou alargamento de estradas no interior da Serra. Como já expliquei muitas vezes aqui no Cântaro Zangado, quanto a mim esses investimentos não são bons para a economia local, e são até prejudiciais. Não me parece que seja bom para Manteigas que se chegue tão facilmente de carro ao Poço do Inferno, por exemplo. (Refiro este exemplo de Manteigas porque foi o primeiro que me veio à mente. Situações semelhantes ocorrem nos outros concelhos da região). Se os visitantes não tivessem essa possibilidade, mais facilmente pagariam para fazer essa visita a cavalo, de bicicleta ou a pé. Mais tempo permaneceriam no concelho. Mais frequentemente seriam levados a almoçar, jantar ou pernoitar em Manteigas. Poderá haver razões outras que justifiquem esse acesso e outros semelhantes noutros locais, noutros concelhos. Agora, quanto ao turismo, creio que eles só o prejudicam.

5 comentários:

* disse...

Há dias, alguém nos sintetizava o problema da governação: os governantes são incapazes de operar qualquer "choque tecnológico", "aposta na qualificação" ou "reforma na educação" com a mentalidade do betão. É um problema de "software". Um "pato bravo" não se reconverte, mas o Grémio da Estrela* acompanha o assunto.

ljma disse...

Hehe, também pode ser de hardware. Também não se consegue correr MS Vista em computadores de há 5 anos...

Está muito bom o Grémio da Estrela*! Não sabia da sua existência! E ao tempo que por aí anda!...

Nonimo disse...

Boa tarde como estava a pensar ir a serra da estrela durante este mes agradecia me informassem uma morada para alugar uma besta ou uma cavalgadura ou ate bicicretas para visitar a serra naturalmente eu gosto mais das bestas que sao mais mansas porque as cavalgaduras tem a mania de dar pinotes em tudo quanto e sitio vi uma fotografia antiga onde haviam muitas cavalgaduras e mulas nao acredito que não haja para alugar falei com um senhor da junta mas disse-me que cavalgaduras eram mais para as bandas da covilha e mulas nas penhas da saude mas só no verao ja andei a ver na net mas nao encontrei em nenhum lugar uma besta em condições bem ferrada obrigado nonimo

Anónimo disse...

obras prescisa o que chamam de parque de campismo nas penhas, a asae não passa lá a fechar aquilo pk?? fecha tudo mas o que devia fechar não fecha, campismo selvagem tem melhores condições que aquilo, o bar nem se fala, casas de banho pior, e se quiseres reclamar não tens hipoteses, ainda dizem que és esquesito. fechem aquilo de vez

TPais disse...

Caro anónimo, julgo que esse parque de campismo (se é que assim se pode chamar) está destinado a deixar uma péssima memória em todos. Isto porque, segundo declarações do sr. Carlos Pinto, esse terreno foi vendido pelo CNM e existem já outros planos para aquele local.
Ainda assim, lembro o caso do Parque Campismo do Peão cuja cantina chegou a estar encerrada pela ASAE. Experimente fazer uma queixa a esta entidade de preferencia ilustrada com imagens ou uma descrição pormenorizada do que lá viu!
Abraço

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!