sexta-feira, março 07, 2008

Concessão exclusiva! Porque eu mereço!

Um artigo d'O Interior de 25 de Janeiro de 2007, com o sugestivo título "Uma pista de problemas", informa-nos que, de acordo com um relatório da jurista da Câmara Municipal de Manteigas divulgado por vereadores do Partido Socialista(1), "vários incumprimentos por parte do consórcio Turistrela/Certar" tinham sido detectados no funcionamento da pista de esqui com neve artificial do Sameiro, "desde que aquele equipamento de lazer foi inaugurado, em 2001". Sugeria-se até nesse relatório a "rescisão do contrato de concessão".

Nessa mesma altura (aliás, no próprio artigo que referi), responsáveis da Turistrela anunciaram a intenção de fazer um investimento de três milhões de euros no Sameiro, com a construção de 30 chalés para aumentar a oferta turística. É interessante notar que a notícia com que o Diário XXI divulgou essa intenção de investimento não fazia qualquer referência ao conteúdo do relatório, que tinha sido divulgado apenas na semana anterior. Mas enfim, pelos vistos toda a gente terá achado uma excelente ideia, porque não se voltou a falar no tal relatório. Nem nos três milhões em chalés.

Mas o Notícias da Covilhã desta semana traz novidades do SkiParque. Como o Notícias da Covilhã não mantém as suas peças online permanentemente, transcrevo-a em baixo:

Turistrela pode ficar sem o Sky Parque
Pista sintética de esqui em Manteigas
A Câmara de Manteigas terá detectado irregularidades no empreendimento onde está a única pista sintética de esqui do País. Se a situação não for regularizada, a autarquia ameaça retirar a concessão ao consórcio Turistrela/Certar. Mas as partes não parecem estar em sintonia
A Câmara Municipal de Manteigas pode vir a cessar o contrato que tem com o consórcio Certar/Turistrela, para a exploração do Sky Parque, a pista sintética localizada no concelho. Em causa estão alegadas situações de incumprimento do que foi acordado.
Para já, José Manuel Biscaia, presidente do município, diz que não se chegou a um ponto de ruptura, já que o assunto está a ser negociado. “Há pontos de encontro, senão não se estava a negociar”, realça. Já Paulo Ramos, da Turistrela, garante que da parte da empresa está tudo resolvido. “Para nós isso sempre esteve resolvido”, acentuou, dando a entender que a Turistrela não está disposta a fazer cedências.
Segundo a Câmara de Manteigas, o consórcio escolhido para a concepção, construção e exploração, durante 20 anos, do Sky Parque, já reconheceu e corrigiu algumas falhas apontadas. Nomeadamente no que se refere à “ruptura de equipamentos” ou ao mau estado de conservação do piso.
Neste momento, a principal preocupação da autarquia prende-se com a legalidade do consórcio. “Está constituído um consórcio irregular, que não tem autonomia ao nível do registo de impostos e finanças”, adianta José Manuel Biscaia ao NC.
(Notícia na íntegra na edição papel)

Podemos juntar a este diferendo a embrulhada dos chalés das Penhas da Saúde, que deu direito a "63 casos de violações de leis urbanísticas e instrumentos de ordenamento do território" e cujo plano de pormenor foi aprovado cinco ou seis anos depois dos ditos chalés estarem construídos e a ser explorados. Ou o escândalo do falhanço da construção do teleférico Piornos-Torre (que constava das atribuições da Turistrela no próprio diploma que a criou há trinta e tal anos) que, depois de por fim ter sido (e bem) demolido e removido todo o entulho instalado, a Turistrela pretende recomeçar. E há o sarilho da reconstrução do edifício do antigo Sanatório dos Ferroviários, de que fiz há tempos um breve resumo da história recente. E há os sarilhos que vários clientes da Turistrela deixam nos foruns de opinião sobre a estância de esqui... E outros, muitos outros.

Há tudo isto, mas não há nada. A Turistrela é uma empresa importantíssima para o desenvolvimento do turismo na nossa região. Tem sido importantíssima para o desenvolvimento que o turismo na nossa região tem tido. Merece os maiores e os mais rasgados encómios! Merece a concessão exclusiva do turismo e dos desportos na Serra da Estrela (mesmo que se ache que essa concessão não deveria existir num país moderno em pleno séc. XXI). E nós todos, autarcas, empresários, populações, temos é que agradecer. Porque estamos no rumo certo, estamos de parabéns. Como sempre, desde sempre. Não aprendemos nada em trinta anos, apenas porque não há nada para aprender. Continuemos!

(1) Não sei de que partido é a maioria da Câmara de Manteigas. Sei que podia ver isso num instantinho. Mas, nestes assuntos, acho que essa questão é completamente irrelevante. Assim, não sei se os vereadores do PS que divulgaram o relatório estavam a fazer o serviço da oposição ou o da "situação". Nem me interessa.

23 comentários:

Penhas disse...

(1) N�o sei de que partido � a maioria da C�mara de Manteigas. Sei que podia ver isso num instantinho. Mas, nestes assuntos, acho que essa quest�o � completamente irrelevante. Assim, n�o sei se os vereadores do PS que divulgaram o relat�rio estavam a fazer o servi�o da oposi�o ou o da "situa�o". Nem me interessa.

- Na sabe qual a cor da maioria, acha que � irrelevante e nem � assunto que lhe interesse!

Ent�o porque escreveu esta parte e n�o ficou calado?

O Prof. Dr. Eng. � for�a de querer opinar, continua a n�o valer um tost�o furado.

ljma disse...

Penhas, escrevi esta parte porque ela estava no corpo da notícia que copiei. "Copy", "paste" e já está. Por outro lado, tanto se me faz que o PS neste caso tenha feito o seviço da oposição ou o da posição, mas acho muito bem que o tenha feito, quis demonstrá-lo e por isso não o apaguei. Esclarecido? Mas olhe, é só isso que tem a comentar sobre este post, Penhas? É que essa questão, não sei se reparou, é a menos relevante. Mas, de facto, é aquela que mais facilmente se presta aos seus objectivos: insultar-me. Pegando nesta partidária irrelevância, o Penhas nem sequer tem que tomar alguma posição sobre as complicações da pista de esqui sintética. Penhas, Penhas, tanta energia gasta a insultar quem não vale um tostão furado... Não tem mesmo nada mais interessante para fazer?

O Penhas insiste em explicitar os meus títulos académicos e profissionais. Não é, claramente, pelo respeito que sente por mim, já que acha que eu não valho um um tostão furado. Outros exemplos da sua desconsideração pela minha pessoa (a que o Penhas tem todo o direito, atenção) recheiam a maior parte das suas intervenções aqui no Cântaro Zangado. Como não é por respeito que me trata por Prof., Dr. e Eng., creio que seja por ironia. Assim, o Penhas usa os títulos como mais um insulto. Diga-se que, como qualquer insulto, este classifica mais o insultante do que o insultado. Bem, não posso desmentir que sou Licenciado, Mestre e Doutorado. E sou professor universitário. É verdade, confesso, mesmo que considere que se trata de uma verdade irrelevante aqui para o Cântaro Zangado. As minhas habilitações não valem um tostão furado para aquilo de que falo aqui. Mas quem as traz à conversa é o Penhas, não sou eu. Agora, apesar de ser igualmente irrelevante, tenho que deixar bem claro que não sou, nem nunca fui, engenheiro, não estou inscrito na Ordem dos Engenheiros, não tenho estudos de engenharia, nem sequer de "engenharia técnica". Mas, fora o Penhas, quem é que quer saber disso?

Anónimo disse...

Não é verdade!

Não coloco qualquer ironia quando o trato por ilustre Prof. Dr. que é o que na realidade é.

Deferência sim, muita mesmo!

De Eng. não tinha tanta certeza, mas como por várias vezes lhe assentou o tratamento á laia de mais uma marca na coronha de madreperola e os conhecimentos agro-botânicos-climatológicos com que brinda os seus leitores, levaram-me erradamente, agora reconheço, a apelida-lo de Eng. ainda que não soubesse na misturada bem de quê!

No resto é a eterna sua conversa de tentar bater no ceguinho: Turistrela para lá, Turistrela para cá!

Vira o disco e toca o mesmo!

Em mais ou menos 1 ano que venho lendo os seus escritos, salvam-se os posts que não falam da Serra; quando fala dela, na grande maioria das vezes fala mal ou fala péssimo, tentando fazer crer ser a sua "verdade" a única, como se o ilustre Prof. Dr. fosse exemplo máximo a seguir de pensamento absoluto.

A máxima de que tanto gosta "é Deus no Céu e Prof. Dr. José Amoreira na Serra", preenche-lhe o ego e a mente povoada de irrealidades, a que estamos habituados.

Já por diversas vezes lhe apontei remédio e quiçá cura para essa maleita, mas teima por via martirizante no seu caminho para a "santidade".

Fique bem, com Deus.

ljma disse...

Sim, sim, Penhas, muuuuita deferência, como mais uma vez, com esta sua intervenção, demonstra. Não que eu peça, ao Penhas ou seja a quem for, deferência, não. Aqui no Cântaro Zangado, peço apenas uma conversa normal sobre a Serra, uma discussão racional, acalorada se tiver que ser. Mas é pedir demais ao Penhas, está visto: mais uma vez, sobre a Serra, sobre o que ele pensa da Serra, sobre a Turistrela, sobre aquilo de que aqui gasto o tempo a falar, o Penhas nada diz. Terá ele alguma coisa para dizer? Duvido.
Vale a pena sequer dar-lhe troco? Sobre isso, tenho cada vez menos dúvidas.

Penhas disse...

Precisamente ilustre Dr.: "...sobre aquilo de que aqui gasto o tempo a falar..."

É uma verdade verdadinha, que o Dr. Prof. tem tempo até demais; é igualmente verdade, que tem de gastar esse tempo!
E quando se tem muito tempo e tem forçosamente de se gastar, dá nisto!
Tem de se falar, falar, falar, ainda que se digam, ainda que se escrevam baboseiras!

Não quero dizer com isto que o ilustre Dr. Prof. escreva ou diga baboseiras, mas também não são verdades absolutas, nem tão pouco mais ou menos!

De qualquer modo, na voz de um catedrático as baboseiras passam sendo realidades, ideias fora de contestação!

Senão vejamos quanta contestação existe nos comentários aos posts.

Ou melhor, atentemos como se abafa a contestação, quando uma vez ou outra alguém tem a ousadia(felizmente para o autor não aparecem muitas vozes discordantes dos sábios pensamentos, senão lá ia o muito tempo disponível para as respostas...)de não bater palmas ao Dr.

No JN de hoje vinha uma notícia sobre um erro cometido por um catedrático agora jubilado que resultou em pesada condenação monetária: quero com este exemplo apenas e só ilustar, que o facto de ser Prof. Dr. não o remete á omnipotência do saber e das verdades incontestáveis, como quer fazer crer ao seu pagode.

Nos panos de linho também caem nódoas de sebo.

Se tiver problemas de troco, vá ao Totta!

Creia-me com muuuuita deferência

ljma disse...

Penhas, isto está a ficar ridículo.

Também não sou catedrático. Não sei onde foi buscar a ideia, que agora anda a repisar, que eu creio que sou infalível. No meu linho também caem nódoas, claro. Como no de todos. Mas com ou sem nódoas, com ou sem tempo livre, com ou sem títulos académicos, tenho o direito a dizer o que penso no Cântaro Zangado, e a fazê-lo o melhor que souber. Como o Penhas também tem, que ainda ninguém lho "abafou". Mas exerça-o, caramba!
Diz que eu penso que a minha verdade é a única. Pois bem, volto mais uma vez a rogar-lho: mostre-me a sua, por favor.

ljma disse...

Recentremos a questão, Penhas. Este post é sobre a notícia que saiu no Notícias da Covilhã acerca de um aparente desentendimento entre a Câmara Municipal de Manteigas e o consórcio Turistrela/Certar sobre o funcionamento da pista sintética de esqui do Sameiro.

Tem algum comentário a fazer sobre este tema, Penhas? Se tem e o quiser fazer, fico muito grato que o faça, mesmo que a sua opinião seja contrária à minha; se tem mas acha que o Cântaro Zangado não está ao nível de merecer um comentário seu, entristece-me que pense assim mas aceito que é um direito que lhe assiste. Mas, se de facto for este o caso, agradeço que considere o Cântaro Zangado igualmente desmerecedor dos seus comentários sobre as minhas qualidades (ou desqualidades) pessoais.
Obrigado.

Penhas disse...

O k mais gosto na sua prosa é essa capacidade enorme de baixar o tom a geito de reconhecer fraquezas em cadência martirizante!

Chama-se a isso, conversa de embalar ou como diz um grande amigo nordestino, tentar dar nó em fio de água!

Depois, do que vindo de si leio há quase 1 ano, dos seus reconhecidos dotes académicos e dessa postura critica de tudo e todos, seria no mínimo muito ingénuo da minha parte acreditar que o "lobo" vestiu a pele de "cordeiro", esperando não leve a mal como habitualmente o faz, este meu sentido figurado!

Claro, que o carissímo tem todo o direito de exercer a sua opinião no seu blog!

Mas note, que esse direito é-lhe dado pela liberdade existente no País e como sabe também, a sua liberdade termina onde começa a liberdade dos outros e assim sendo, não tem o direito de expôr tudo o que lhe vem á real gana, só porque acha que no seu sábio pensamento lhe assistirá esse direito!

Os cientistas têm destas coisas!

São fruto da fusão molecular dos neurónios!

Já lhe disse por várias vezes que a minha opinião sobre muitas das matérias aqui abordadas nunca será manifestada no seu blog nem nos da camarilha.

Não tem a ver com o facto do seu blog e afins merecerem ou não a exposição das minhas opiniões, só que elas não servem para floreados mediáticos de trazer por casa nem reportagens bigbrother e por isso quanto a este assunto agradeço-lhe feche a matraca!

Na verdade carissímo Prof. muito me sensibiliza, que a minha maneira de pensar o entristeça: imagino até uma lágrima no canto do olho, quiçá rosácea a pender para o vermelho, cristalizada, dorida, sofredora, como a de um Mestre ... ... ... de um sábio Mestre ... ... ...

Chega-me quase a convencer "que é Deus no Céu e ljma na Serra"... ... ...

"Há três espécies de mentiras: as mentiras, as mentiras sagradas e as estatísticas".

in Mark Twain

ljma disse...

Mais uma vez, Penhas no seu melhor.

Se o Penhas não quer contribuir para "floreados mediáticos" e "reportagens bigbrother" (designações curiosas para o que são conversas razoáveis), eu não quero contribuir para este disparate pegado.

Chega.

Penhas disse...

Continua homem de frases feitas: "...Penhas no seu melhor...Serra no seu melhor....Algarvear a Serra...etc. etc".

Mas o melhor chavão k lhe conheço é o "Deus no Céu e José Amoreira na Serra"!

Que grandiosidade!
É de encher os pulmões!

Um sério candidato para uma qualquer nomeação da turma bloguista aí do sítio ou do prémio nacional dos "bota faladura on-line"!

Não precisava de ficar com a pedrita no sapato pelo facto do prémio ambiental ter ido sido atribuído a um Manteiguense!

Esse cotovelo... ...nã ...nã!

Continue nessa senda auto-promotora e talvez um dia, quem sabe, alguém lhe reconheça o esforço!

Até lá, com votos de óptima Páscoa!

Anónimo disse...

Penhas,
simplesmente se pede uma coisa para que uma discussão seja produtiva!Diga algo de construtivo!Chega de desconversar. Se está preocupado com o impacto da "faladura" deste blog faça algo de forma a que todas as outras pessoas percebam a nulidade que o Penhas revê neste blog. Faça algo para convencer os autores deste blog que estão completamente errados. Asseguro-lhe que eles tem uma mente suficientemente aberta para serem convencidos se isso se justificar (bem). Por outro lado, se de uma vez por todas não está minimamente preocupado com o impacto daquilo que é dito neste blog então não faça nada, mas mesmo nada.
cumprimentos

Anónimo disse...

Pois meu caro "anónimo" até acredito, que você acredite, k o pensamento dos donos deste blog e de outros da mesma esfera, seja suficientemente aberto para qualquer tipo de discussão!

Pessoalmente, acredito mais k esses pensamentos sejam suficientemente abertos desde que as discussões se centrem em determinados objectivos!

Pessoalmente assim penso!

Mas posso estar totalmente errada e é muito possivel, que o esteja mesmo.

De bom grado daria já a mão á palmatória.

O facto é que me parece e posso estar redondamente enganada e se calhar até estou mesmo, k nada do que aqui se escreve sobre a Serra tem a ver com o bem estar das populações, com o desenvolvimento do turismo, com a criação de emprego e de riqueza, até com a proteção ambiental.

Utilizando a "capa" da defesa destes itens, parece-me e se calhar até estou totalmente errada, que se trata tão e sómente de uma luta de interesses, politiquices, académicas auto-promoções!

Num dos blogs salta um raposo de máquina em punho e tudo o que sejam cús ao léu aí vai um retrato; um barrete de Pai Natal e mais um retrato; um membro da camorra e mais um retrato.

Consegue bostar durante um ano mais de 170 retratos negativos da Serra, contra 17 ou 18 positivos!

Diga-me lá caro "anónimo" se isto é conversa de gente?

Diga-me lá, o k se pretende ajudar a construir!

É Turistrela, é bota abaixo!
É Autarquias, é bota abaixo!
É pensar investir, é bota abaixo!

Se abrem uma estrada em Loriga, não importa que seja para benefício das populações, é bota abaixo!
A ansia é tal que compararam Loriga com o Sabugueiro, esquecendo-se que a primeira é uma Vila!

Mandaram bitates sobre Manteigas, não conhecendo minimamente a Vila em si: pois se só lá vão para levar uns bailes nas palestras e comer umas feijokas.....

No fundo a preocupação maior é serem reconhecidos pelo seu arduo desempenho em prol das negativices da Serra.
E é ver os olhos saltarem das órbitas, quando aparecem na TV.

O carissimo "anónimo" se calhar é Pai.
Quando apresenta um dos seus filhos a estranhos, logicamente evidencia todos os defeitos que o seu filho tem; mais, se fôr para o promover preocupa-se mesmo em dizer que é um porco, tem porcarias nos bolsos que os colegas colocam, tráz as calças rasgadas e é um bandalho ainda k tenha algumas coisitas boas, cabelito penteado....tem 17 coisitas boas e 170 más!
Como Pai, vai ser essa a sua preocupação não é?

Já atingiu, quer com mais molho ou acha k estou a desconversar?

Boa Páscoa!

Anónimo disse...

Anónima.

Você até pode ser da serra mas, decididamente não a conhece! Porque quem a conhece (e não é preciso viver aí) verifica facilmente que a estão a destruir. Aquilo que você defende: Turistrela, mais hoteis, mais estradas, mais infraestruturas, se calhar mais pistas (ridiculo e absurdo dadas as condições precárias de neve!), estão de facto a transformar a Estrela num Benidorm. Custa-me a crer que isso seja positivo para um suposto parque natural. Existem formas de se promover a natureza sem a destruir.
Anónima, aquilo que você defende vai provavelmente virar-se contra si. Graças a barões arrogantes em quem tão ingénuamente parece acreditar.

Paulo Roxo

ljma disse...

Suspeito que a "anónima" é um alter-ego do Penhas.

Admitindo que não, digo-lhe o que já disse ao Penhas: não tenho tempo nem pachorra para discutir se sei do que falo, se procuro protagonismo, quais são as minhas motivações, se aponto 170 coisas más e 17 boas, se sei quais são vilas e quais são aldeias, se os meus olhos me saltam das órbitas quando apareço na TV, se levo baile nas palestras, se sou pai da serra ou se falo dos meus filhos elogiosa ou depreciativamente. Como diz, quero "centrar a discussão em determinados objectivos".

Se não concorda com os meus argumentos, "anónima", explique porquê, se assim o entender; se não está para isso, se pretende centrar a discussão noutros determinados objectivos, mais relacionados com as minhas características pessoais e nas dos meus conhecidos e menos nos problemas da Serra e das suas populações, está no seu direito. Mas não conte comigo para isso.

Quanto a ser sempre do contra, isso é uma MENTIRA GROSSEIRA. Mas diga-me: a "anónima" é sempre a favor?

Anónimo disse...

Ó Paulinho:
mas kem é você para mandar postas de pescada?

Alguma autoridade na matéria ou arroga-se de sumidade no assunto?

Só lhe falta repetir as palavras do seu mestre:
Quantos são?
Quantos são?
..................Chiça...aparece kada um ....!

Penhas disse...

Batman é o alterego de Bruce Wayne.
Homem-Aranha é o alterego de Peter Parker.
O Hulk é o alterego de Bruce Banner.
A Mulher-Hulk é o alterego de Jennifer Walters, prima de B.Banner.
Mr. Hyde é o alterego do Dr. Jekyll no conto O Médico e o Monstro.
Clark Kent é o alterego do Superman.
Zorro é o alterego de Diego de La Vega.
Dentes-de-Sabre é o alterego de Victor Creed.
Ciclope é o alterego de Scott Summers.
Wolverine é o alterego de James Howlett.
Lady Letal é o alterego de Yuriko Oyama.
Apocalipse é o alterego de En Sabah Nur.
Tempestade é o alterego de Ororo Munroe.
ljma é o alterego de Doppelgänger.
Tyler Durden é o alterego de Jack.
Homem codorna é o alterego de Doug Funny.

Resumindo,o bloguista dono deste espaço,dono e senhor diga-se com mmmuuuuiiita deferência, muniu-se de fortes conhecimentos wikipédicos para colocar, o que em si se manifesta à consciência, sob forma da moral, como um conjunto de interdições e deveres, e por meio da educação, pela produção do seu "eu ideal", isto é, da pessoa moral, boa e virtuosa.

É a censura das pulsões k a sociedade e a cultura lhe impõem impedindo-o de satisfazer plenamente os seus instintos e desejos.

No fundo, um psicodramatico rodeado de "gente".

Fico feliz por ter seguido finalmente as minhas recomendações.

Abraço

Anónimo disse...

Ó Anonimo.

Pelo menos sou alguém que não tem medo de se identificar e não como certos cobardes que por aí andam armados em doutores!!!

Paulo Roxo

Anónimo disse...

Ó Paulinho:
no Brasil Roxo é Bambi!
Paulinho Bambi?
São Paulinho Bambi?
Tou vendo você aos pulinhos pela Serra, como um Bambi, mostrando todo o seu potencial!
Paulinho Bambi com placa identificativa.
Paulinho Bambi não se arma em Dr.!
Paulinho Bambi não tem medo de se identificar!
Gosta de se mostrar, como é!
É você mesmo Paulinho?
http://www.youtube.com/watch?v=sn-ta8qGaRs

Penhas disse...

Realmente Sr. Paulo Roxo o seu blog merece ser visitado, lido e relido.
Gostei especialmente das fotos e dos esquemas.
Por acaso também não percebo porque se orienta muito o turismo na Serra para actividades relacionadas com o sky(apesar de algumas pessoas terem a veleidade de me julgar acérrimo defensor dessas práticas)quando poderiam ser dirigidas para iniciação á escalada.
Se é fomentada a prática de parapente, se são previstos milhões para gastar no sky.....
Que me diz a isto e de que maneira os seus conhecimentos de especialista, podem ser utilizados até por quem detém a concessão turistica para fomentar a prática crescente da escalada, para um universo alargado de possíveis praticantes?
Algum impedimento?
Obrigado.

Asno disse...

O Senhor José Manuel Biscaia também devia dizer que esses caramelos também não estavam a pagar as rendas.
É uma festa!

Penhas disse...

Eu sou o Penhas!
O verdadeiro Penhas!
O Penhas das Penhetas
Penheteiro das grandes tretas
Sou movido a gás e a carvão
gerado e jurado à vontade do Patrão.
Sou a moléstia escondida
Raios! Sou pior que a Sida
Eu é que sei! Eu é que sei!
Da deturpação sou legítimo Rei!
Este blog não se lê com os olhos nem com a cabeça
lê-se com os dislates que me apeteça.
Eu vou fazer eu vou fazer
Um blog só para mim
Vocês vão ver vocês vão ver
O que vai nesta cabecinha de saguim.
Se este é o "Cântaro Zangado"
nos domínios da lucidez
Então verão "Cântaro Ganzado"
onde me poderão desancar à vez
Eis que semeio o meu balofo
esclarecimento
sou o Penhas! Um nobre jumento
que tanto óscula o fálico instrumento!
Será falta de talento?
Eu sou o Penhas!
O verdadeiro Penhas!
O Penhas das Penhetas
Penheteiro das grandes tretas!

ljma disse...

Duvido que tenha sido o Penhas a deixar o comentário anterior. Caso tenha, de facto, sido ele, o que vou dizer não serve de nada; mas, pelo sim, pelo não, digo-o na mesma.

O Cântaro Zangado é um blog sobre a Serra, não é um blog sobre fulano ou beltrano. Não é sobre o José Amoreira, tenho dito ao Penhas. E não é sobre o Penhas, digo agora ao autor do comentário anterior.

famel disse...

Sinceramente isto parece, nada mais nada menos, do que uma enorme dificuldade em aceitar o que está mal e a culpa do porquê a Serra estar desta forma.

Quando as verdades não são bem aceites e são argumentadas com ofensas e verborreias, nem vale a pena dar resposta!

Mas infelizmente é o que se tem neste país!

Enfim LJMA penso que nem devia ligar...e continuar o bom trabalho que faz.

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!