segunda-feira, abril 16, 2007

Viva a Primavera!

Este pássaro é um abelharuco. Até ao ano passado, nunca tinha visto nenhum. Perto de Dezembro (de 2005) começaram a chamar a minha atenção (e dão nas vistas, pelo colorido, pela forma como voam, pela espécie de cauda bicuda que apresentam) dois exemplares com que me costumava cruzar no caminho casa-trabalho. Foi um amigo do CISE de Seia que me disse que espécie era. Quando chegou o Verão, desapareceram. Receei que tivessem sido caçados ou que o seu ninho tivesse sido destruído. Não os voltei a ver.
Até ontem! Mas agora já são cinco!

O que não voltei a ver, desde Setembro, foi esquilos. Alguém os tem visto recentemente?

2 comentários:

Pedro n. t. santos disse...

Bela foto (o "repórter" no sítio certo!...)

De facto, seria bom que se confirmasse o regresso de populações estáveis de esquilo-vermelho à Serra da Estrela; de forma indirecta, através das bolotas que guardam no solo (e das quais muitas vezes se esquecem...) poderiam dar uma certa ajuda na expansão de carvalhais...

P.S.- Também gostaria de saber como estes esquilos chegaram à Estrela...actualmente a espécie é já comum no Minho e Trás-os-montes (a reintrodução da espécie ocorreu de forma natural a partir do Norte de Espanha); no entanto, tanto quanto sei, a barreira chamada "Douro" ainda não terá sido transposta;

Foi pelo Jornal do Fundão que tomei conhecimento de que já teriam sido avistados na Malcata (aqui parece-me mais provável uma "migração" a partir de Gredos, Serra de Béjar, Serra de Gata e Malcata); ora, ainda que em linha recta, a distância da Malcata à Estrela não seja muita, parece-me improvável que este "salto" tivesse sido dado (até pela falta de avistamentos confirmados da espécie em zonas intermédias); mas, por outro lado, a vinda por Norte parece-me ainda mais improvável devido ao tal "efeito barreira" do rio Douro...

Aqui estaria uma boa matéria de investigação...de qualquer forma, são bem-vindos, pois era um elemento da nossa fauna há muito desaparecido das nossas paisagens...

ljma disse...

Pedro, tanto quanto sei não houve nenhum esforço de reintrodução de esquilos na Serra da Estrela. Ouvi também essa teoria de que os esquilos estariam a "conquistar" (ou melhor, a "reconquistar") o território vindos do norte, da Galiza. Agora, de facto, a bem dizer, os esquilos não sabem nadar (ou saberão?) e o Douro não se passa a vau... Não sei.

Obrigado pelo elogio à foto. Devia arranjar uma câmara a sério e uma objectiva a sério, para não ser obrigado a usar o zoom digital... Nesta fotografia, foi só um cheirinho, mas já se nota.

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!