domingo, fevereiro 11, 2007

A mística da foleirice

Não sei se ainda o fazem, mas há uns anos havia uma lojeca do degradante centro comercial da Torre que passava certificados de cume. "Por este se atesta que Fulano de Tal, a dias assim e assado pelas tantas horas, atingiu o ponto mais elevado de Portugal Continental", qualquer coisa como isto era o que se podia ler no papelucho.
Pouco importava que o senhor Fulano de Tal tivesse "atingido o cume" integrado numa excursão chegada de Alguidares de Baixo(*). Desde que pagasse, levava o "atestado".

Ainda melhor, no início dos anos noventa foi instalada no mesmo centro comercial uma cabine telefónica, daquelas de moedas, com uma cavidade de plástico (chamava-se àquilo, na altura, um "orelhão") para isolar os seus utilizadores do ruído circundante. Pois fez-se uma cerimónia de inauguração, com direito a presença de um elemento do governo e tudo, só já não me lembro se seria ministro ou apenas secretário de estado. E descerrou-se uma placa comemorativa, que dizia qualquer coisa como

Este importante meio de telecomunicações foi inaugurado a tantos do tal, na presença de Sua Excelência o senhor Secretário de Estado[?]/Ministro[?] Fulano de Tal(+)
Alguns anos mais tarde, num assomo de razoabilidade (ou de vergonha?) a placa foi retirada.

Só lamento nunca ter fotografado estas autênticas pérolas da foleirice.

A Região de Turismo e a Turistrela podem "requalificar" (ou lá como é que chamam àquilo que fazem) o que quiserem, mas enquanto houver na Torre aquele montão de poucas vergonhas arquitectónicas, enquanto a Torre puder ser tão facilmente visitada de automóvel ou por outro confortável meio qualquer, pérolas como estas continuarão a ser os verdadeiros símbolos da mística deste lugar que podia ser mágico.

(*) Espero sinceramente que não exista nenhuma terra com este nome...
(+) Terá o ministro/secretário de estado levado o seu certificado de cume?

P.S.: se algum leitor dispuser de fotografias daquela placa comemorativa, eu agradeceria imenso que mas fizesse chegar. Gostava muito de as poder publicar aqui no Cântaro Zangado.

4 comentários:

Joao Soares disse...

Olá, amigos
Julguei que já estivesse aqui o BioTerra no vosso rol de blogues.É que o vosso já é um referência na minha secção Terra Viva há muito tempo.
Bem de qualquer modo, volto a relembrar-vos no meu post sobre Montanhas.
Um abraço e força.
Joao BioTerra.

antonioj disse...

Apoio a 100% o teor deste artigo, tal como já referi anteriormente...há que acabar com a "aldeia do borat" no cimo da serra

Pedro n. t. santos disse...

Para contra-balançar propunha que se fizessem t-shirts com os ditos: "Eu já apanhei lixo na Serra da Estrela" ou "Eu já plantei árvores na Serra da Estrela", com os fundos a reverter para quem defende o ambiente na Estrela...

Ps- ou, se quisermos ser mais sarcásticos:"Eu já fiz sku na Serra...e não deixei lá o saco!"

TPais disse...

Gostei da ideia!!!Mesmo, Pedro!!

Algarvear a Serra da Estrela? Não, obrigado!